TRABALHO E FORMACÃO DOCENTE NO CONTEXTO DO DESMONTE DA EDUCACÃO PÚBLICA NO BRASIL

Palavras-chave: Política Educacional, Educação Pública, Trabalho Docente, Formação de Professores, Neoliberalismo e Educação

Resumo

O artigo analisa as estratégias adotadas no âmbito das políticas para o trabalho e formação docente no contexto da nova configuração da educação pública no mundo capitalista dependente, considerando as recomendações dos Organismos Internacionais e as concepções presentes na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) articuladas às Diretrizes Curriculares para a Formação Nacional de Professores da Educação Básica e à Base Nacional Comum para a Formação Inicial de professores da Educação Básica (DCNFD). A análise empreendida a partir de levantamento bibliográfico e documental, da BNCC e da DCNFD, permite não só relacionar essas políticas aos interesses dos grupos empresariais ligados ao grande capital internacionalizado, mas também revelar o modo como expressam um projeto de educação que desconsidera e desvaloriza o conhecimento científico e desqualifica a educação pública, impactando diretamente o trabalho e a formação docente.

Biografia do Autor

Maria Teresa Cavalcanti de Oliveira, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Brasil

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ). Atua como professora adjunta do Departamento de Gestão de Sistemas Educacionais da Faculdade de Educação da Baixada Fluminense (FEBF) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde exerce o cargo de Vice-Diretora da FEBF. É pesquisadora vinculada ao grupo de pesquisa do HISTEDBR/FEBF, ao Grupo de Pesquisas Estado, Políticas e Espaço Público (EPEP/EPSJV/FIOCRUZ) e ao Núcleo de Pesquisa sobre Estado e Poder no Brasil (UFF).

Gilcilene Oliveira Damascedo Barão, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Brasil

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atua como professora adjunta da Faculdade de Educação da Baixada Fluminense (FEBEF) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, onde integra o quadro docente do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas e Coordenadora do Curso de Especialização em Gestão de Processos Educativos na Escola. É coordenadora do Projeto de Pesquisa "Política pública de educação federal e sua regulação nos municípios da Baixada Fluminense”, é pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisas "História, Sociedade e Educação no Brasil" da Baixada Fluminense (HISTEDBR-Baixada/UERJ) e do Núcleo Interdisciplinar de Estudo do Espaço na Baixada Fluminense (NIESBF).

Publicado
11-12-2020
Como Citar
OLIVEIRA, M. T.; BARÃO, G. TRABALHO E FORMACÃO DOCENTE NO CONTEXTO DO DESMONTE DA EDUCACÃO PÚBLICA NO BRASIL. RTPS - Revista Trabalho, Política e Sociedade, v. 5, n. 9, p. 463-482, 11 dez. 2020.