Vídeo-pesquisa e formação na cibercultura: atos de currículo e de pesquisa em educação

  • Joelma Fabiane Ferreira Almeida COLÉGIO PEDRO II
  • Vivian Martins
  • Edmea Oliveira Santos, Dra Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Pesquisa-formação na cibercultura. Vídeo-pesquisa. Ato de currículo. Dispositivo de pesquisa.

Resumo

Os vídeos ganharam uma grande projeção na cibercultura, em especial com as possibilidades de gravação,
edição e compartilhamento incluídos nos dispositivos móveis. A educação e a pesquisa não poderiam
caminhar em sentido contrário aos usos culturais e hoje encontram-se inseridas nas oportunidades que a
produção audiovisual apresenta. Desta forma, o presente artigo aborda a utilização do vídeo-pesquisa
como ato de currículo e dispositivo de pesquisa em educação. O objetivo aqui é compreender como o
vídeo-pesquisa pode se constituir como ato de currículo e dispositivo de pesquisa-formação na
cibercultura. O estudo que nos ajuda nesta busca ocorre ao longo do doutorado em Educação na
Universidade do Estado do Rio de Janeiro e o campo de pesquisa ocorre em 2016, no contexto de greve e
ocupação do Colégio Pedro II. O método para o desenvolvimento do estudo é a pesquisa-formação na
cibercultura, onde os processos de pesquisa e formação caminham lado a lado na emergência da cultura
contemporânea mediada pelo digital em rede. Como achados do estudo, encontramos a compreensão da
noção de vídeo-pesquisa e as reflexões a respeito da sua constituição como ato de currículo e dispositivo

de pesquisa-formação na cibercultura. Para além da ideia de instrumento de produção de dados, o vídeo-
pesquisa se constitui num processo de encontro com as criações e narrativas dos praticantes, bem como

uma forma de registrar e refletir os caminhos da pesquisa.

Publicado
19-12-2019