ESTUDANTES DE LICENCIATURA NO BRASIL: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS SOBRE O “SER PROFESSOR NO FUTURO”

  • Romilda Teodora Ens
  • Jaqueline Salanek de Oliveira Nagel
  • Thalita Vianna de Lima
  • Cassiano Roberto Nascimento Ogliari
Palavras-chave: Política de Formação Docente, Estudantes de Licenciatura, Educação Básica, Representações Sociais

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar a relação entre políticas de formação docente para a Educação Básica e as Representações Sociais (RS) de estudantes de licenciatura sobre o futuro de “ser professor”, com o pressuposto de que o atual contexto político, social, econômico e ideológico passa por tensões. Fundamenta-se na Teoria das Representações Sociais e na Teoria do Núcleo Central, assim como nas políticas educacionais, para apreender como estão estruturadas as RS sobre o futuro profissional desses estudantes de licenciatura. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, que faz opção pela hermenêutica e apresenta uma análise prototípica, com uso do software Evoc (2005) e interpretação da Classificação Hierárquica Descendente (CHD), utilizando-se também do software Iramuteq (2009), para que sejam estudadas as representações desses estudantes. Os resultados indicam que os estudantes ancoram suas representações nas constantes políticas que definem sua formação e o futuro de seu complexo trabalho.

Publicado
20-09-2020